O APÓSTOLO PAULO E O ESPÍRITO DE UM MACEDÔNIO

        

O APÓSTOLO PAULO E O ESPÍRITO DE UM MACEDÔNIO

 

 “E Paulo teve, de noite, uma visão em que se apresentava um varão da Macedônia e lhe rogava, dizendo: Passa à Macedônia e ajuda-nos!”.

 

(Atos dos apóstolos 16:9)¹

 

        A visão de espíritos de pessoas vivas, quer dizer, encarnadas, não é um fenômeno incomum. Relatos dessas visões ocorrem em todas as partes do mundo e entre indivíduos das mais diversas religiões ou até mesmo sem religião. Se pesquisarmos um pouco poderemos encontrar familiares nossos que já vivenciaram o fenômeno ou conhecem alguém que passou por experiência semelhante, ou então já ouviram estórias sobre o assunto.

         Na minha família, por exemplo, ocorreu uma experiência desse tipo. Meu pai havia viajado a serviço para uma cidade do interior de Pernambuco, a viajem duraria uma semana. Numa noite, estávamos todos dormindo quando minha mãe percebeu alguém na sala, pois a porta do quarto dela é justamente próxima ao sofá, então ao levantar-se  se dirigiu para a sala e deu de cara com o meu pai, logicamente levou um susto, mas, percebendo que se tratava de uma visão  imediatamente pediu para que ele retornasse ao corpo. Meu pai atravessou a porta e sua figura desvaneceu. É interessante notar que meu pai tinha e ainda mantém o habito de verificar, toda noite, se todos estão dormindo e se as portas e janelas estão bem fechadas. 

         Ao voltar de viajem ele disse que havia passado mal enquanto dormia na mesma noite da aparição e sonhou que estava em casa.

         A Doutrina Espírita nos explica que durante o sono, todos nós saímos temporariamente em espírito do corpo físico e geralmente vamos procurar aqueles que se afinizam com o nosso modo de ser, seja no mundo espiritual ou plano físico mesmo.  Aí é quando se dá muitas vezes as visões e os sonhos muito reais com amigos ou parentes que se encontram distantes.

         Esse fenômeno de saída do corpo durante o sono chama-se no Espiritismo de desdobramento, na Projeciologia se chama projeção da consciência, no esoterismo de viajem astral e entre alguns pesquisadores de Bilocação.

          O Dr. Carlos Imbassahy num trecho de seu prefácio para o livro “Fenômenos de Bilocação” do pesquisador italiano Ernesto Bozzano escreveu:

”O fenômeno de Bilocação é um dos mais prestantes em matéria psíquica, porque evidencia a independência da alma em relação ao corpo. Provado que o espírito não está servilmente preso ao organismo, que não é um simples escravo das funções orgânicas, que tem seus momentos de fuga, desprendendo-se ou libertando-se, ainda que momentaneamente, das amarras físicas, fácil é compreender que esse espírito possa, no final da vida, desligar-se para sempre do seu envoltório carnal, para continuar a viver fora dele, nessa fase intérmina da existência, fase a que chamamos morte.” [2]

         Na passagem Bíblica acima vemos o apóstolo Paulo recebendo durante a noite, a visita de um homem macedônio desdobrado do seu corpo físico, rogando para que o apóstolo se dirigisse a sua terra e levasse o evangelho, a ele e as pessoas de sua comunidade dizendo: “Passa à macedônia e ajuda-nos!”.  

          É provável que, em suas andanças no plano espiritual, nos instantes de repouso do corpo, o rapaz macedônio recebeu de instrutores espirituais esclarecimentos sobre a Boa Nova trazida por Paulo e ficou encarregado por eles de rogar ao apóstolo que se dirigisse para a Macedônia. Mesmo não tendo a lembrança dessa visita, o que nem sempre acontece, esse varão deve ter ouvido as pregações do convertido de Damasco e por intuição do que lhe foi transmitido espiritualmente, tornou-se Cristão.

          Uma prova de que o macedônio estava a serviço de Jesus é que o próprio Paulo interpretou a visão como um aviso: “concluindo que o Senhor nos chamava para lhes anunciar o Evangelho”. [3] 

 

Jefferson Moura de Lemos 

 

 

Referências: 

1] Bíblia Sagrada. João Ferreira de Almeida. Ed. 1995 São Paulo: Sociedade Bíblica do Brasil, 2005.  

[2] Bozzano, Ernesto. Fenômenos de Bilocação (Desdobramento). Tradução de Francisco Klörs Werneck; prefácio de Carlos Imbassahy; Editora Espírita Correio Fraterno do ABC; São Bernardo do Campo; SP. 

[3] (Atos dos apóstolos 16:10)

 

Esse post foi publicado em Experiências fora do corpo e aparições de pessoas vivas na Bíblia e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s