SERÁ O HOMEM A IMAGEM E SEMELHANÇA DE DEUS?

 SERÁ O HOMEM A IMAGEM E SEMELHANÇA DE DEUS?

 

          “E disse Deus: façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança”.

 (Genesis 1:26)¹

 

 

         A forma narrativa do Gênesis, o primeiro dos cinco livros que compõe o Pentateuco, deve ser considerada de maneira figurada, como era necessário a mentalidade simples dos homens da época em que foi escrita.

         Na verdade, essas narrativas Bíblicas sobre as origens, são adaptações de mitologias muito mais antigas, que foram sendo transmitidas oralmente através das gerações e sofreram as modificações naturais pelas quais as informações passam, no processo de recepção, interpretação e transmissão. Até finalmente serem registradas nos pergaminhos para formaram a “Torá”, que é o nome que os Judeus dão ao Pentateuco.

         Todavia, sabemos que os mitos, mesmo não se tratando de uma realidade Histórica e cientifica eram o repositório de informações morais e de sabedoria para os homens da antiguidade. Sendo necessário para desvendar esses ensinos, as devidas interpretações e ajustes, segundo os dados que a ciência nos oferece.

         Dentre esses textos encontramos a historia da formação do primeiro homem. Para os adeptos das religiões tradicionais, esse mito é considerado uma verdade inquestionável. 

         Muitos acreditam ainda que o primeiro ser humano foi moldado fisicamente à imagem e semelhança de Deus. Mas será isso mesmo que as escrituras passam?

         Lendo a passagem que está reproduzida acima, a primeira vista supomos realmente que se trata de uma similitude física entre Deus e o homem. Entretanto, se observarmos atentamente o capítulo segundo, notaremos algo maior, uma semelhança não física, mas espiritual: “insuflou em suas narinas um hálito de vida (espírito) e o homem se tornou um ser vivente (alma)”. [2]

         Quer dizer, o homem somente veio a se tornar um ser vivente a partir do momento em que Deus lhe deu o Espírito. Desta forma, o que realmente É a imagem e semelhança de Deus é a natureza espiritual do homem, o ser espiritual na sua essência, e não o envoltório físico, que lhe serve apenas de instrumento.

         Allan Kardec, nas questões 134 e 136c pergunta aos seus instrutores espirituais:

“P- Que é a alma?

 R- Um espírito encarnado

 P – Que seria o nosso corpo, se não tivesse alma?

 R – Massa de carne sem inteligência, tudo o que desejardes, menos um homem.” [3]

 

 

Jefferson Moura de Lemos

 

 

 

Referências: 

 [1] Bíblia Sagrada. João Ferreira de Almeida. Ed. 1995 São Paulo: Sociedade Bíblica do Brasil, 2005. 

[2] Gênesis 2:7 

[3] KARDEC, Allan. O Livro dos Espíritos. Tradução: Salvador Gentile, revisão de Elias Barbosa. Araras, SP, IDE, 82ª edição, 1994.

Esse post foi publicado em Preexistência e Imortalidade da Alma na Bíblia e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s